Vacaria, 28/02/2017

Produção mundial de milho cai em 2017-18, permitindo redução de estoques

EC_R_DiaCampo_ShowTecnologico_milho_109A produção mundial de milho deve cair na próxima temporada, prejudicada pela redução no plantio chines e norte-americano , disse o Conselho Internacional de Cereais ( IGC)  – que também assinala para uma perspectiva de declínio nos estoques de grãos.

O grupo intergovernamental, em suas primeiras previsões para a produção global de milho em 2017-18, calculou-o em 1.023 bilhões de toneladas – uma queda de 26 milhões de toneladas em relação ao ano anterior, embora essa ainda seja  a segunda maior safra do ano. Continue lendo »

 

2017/18: USDA projeta safra de soja 3% menor e de milho, 7% mais baixa

milho_soja_precoDurante o USDA Outlook Forum, que continua nesta sexta-feira (24), o departamento norte-americano trouxe projeções mais completas, mesmo que ainda ‘prematura’, para a safra de grãos 2017/18. O maior destaque foi o USDA esperando safras menores de soja e milho nesta nova temporada.

Soja

Apesar de um expressivo aumento esperado para a área de soja – para 35,61 milhões de hectares (88 milhões de acres)- a estimativa para essa safra de soja é de 113,76 milhões de toneladas, até este momento, 3% menor do que a anterior, com o USDA esperando uma produtividade menor de 54,42 sacas por hectare, contra 59,07 da safra 2016/17.

Os estoques finais esperados pela entidade são de 11,43 milhões de toneladas, estáveis em relação à temporada anterior, e para as exportações, um recorde de 57,83 milhões de toneladas.

Milho

A produção norte-americana de milho também deverá ser menor, segundo o USDA, em 7% e ficar em 357,27 milhões de toneladas. O rendimento do cereal, afinal, também é projetado abaixo do excelente nível da safra anterior e alcançar as 180,67 sacas por  hectare.

O USDA espera ainda estoques finais de 5% menores de 56,26 milhões de toneladas e 48,26 milhões de toneladas do cereal a serem exportadas no ano comercial 2017/18.

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas
 

USDA espera área maior de soja nos EUA e projeta preço médio de US$ 9,60 por bushel

imagesG8E5FP81O USDA Outlook Forum 2017 acontece entre esta quinta (23) e sexta-feira (24) e as primeiras informações começam a chegar do departamento norte-americano, confirmando um expressivo aumento de área de soja nos Estados Unidos na safra 2017/18, além de uma redução no milho.

De acordo com as primeiras projeções, a área destinada à oleaginosa deverá alcançar, na próxima temporada, 88 milhões de acres (35,61 milhões de hectares), contra 83,4 milhões da safra anterior (33,75 milhões de hectares). Na contramão, a área de milho poderá cair de 94 milhões para 90 milhões de acres (de 38,04 milhões para 36,42 milhões de hectares) nesta nova temporada.

Uma queda na área ainda mais expressiva se dá para o trigo. A primeira projeção do USDA para o grão é de uma área de 46 milhões de acres (18,62 mi de ha), contra 50,2 milhões da temporada anterior (20,32 mi de ha).

Preços Médios

Assim, o departamento trouxe também algumas expectativas para os preços médios dos grãos nos EUA. Para a soja,  a média esperada é de US$ 9,60 por bushel; para o milho, US$ 3,50 e, para o trigo, US$ 4,30 por bushel.

Por: Carla Mendes

Fonte: Notícias Agrícolas
 

Soja: Mercado se mantém travado no BR com preços distantes dos esperados pelos produtores

17354861Os preços da soja praticados no Brasil estão longe dos esperados pelos produtores locais e a semana segue ainda com a comercialização travada. Em Chicago, as cotações ainda não exibem força de recuperação – e seguem na defensiva à espera de novas informações e de olho nas elevadas posições compradas dos fundos -, paralelamente, nesta quarta-feira (22), o dólar volta a ceder frente ao real.  Continue lendo »